+(351) 275 779 060     Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

       

Exposição "Rua" na Rua da Cale

Irá estar patente, entre os dias 9 de outubro e 2 de novembro, na Casa Vermelha, na Rua da Cale, no Fundão, a exposição “Rua”, de Gabriel AV, que conta com a parceria da artista plástica Sheila Costa.
Gabriel AV, natural do Fundão, é o nome artístico do pintor Carlos Silva, que desde cedo começou a desenhar e a pintar.
Para Manuel da Silva Ramos, a exposição de Gabriel AV “é fascinante e a contracorrente contra tudo o que atualmente se faz em Portugal. É uma pintura erótica, inventiva e ao mesmo tempo cheia de mistério e subversão. A rua é pretexto a um jogo de nudez e amizade perene que transforma tanto o artista como o modelo.”
Esta exposição está inserida no projeto Rodopio da Cale, composto pelos artistas bolseiros do programa AJUD’ARTE, que tem como objetivo a organização de um conjunto de encontros públicos, de forma a oferecer ao público um espaço de cultura e discussão onde se podem proporcionar momentos de convívio entre os artistas e o público em geral.
A entrada é gratuita e poderá ser visitada das 11h00 às 14h00 e das 16h00 às 20h00. 
 

Imprimir

Festival Gastronómico “Fundão, Aqui Come-se Bem – Sabores de Outono”

O Município do Fundão irá promover, entre os dias 22 de outubro e 14 de novembro, aos fins-de-semana, a mostra gastronómica Fundão, Aqui Come-se Bem - Sabores da Outono, em 16 restaurantes do concelho do Fundão e com a possibilidade de experimentar todas as iguarias em serviço take-away.
 
Com esta mostra gastronómica pretende-se que sejam criados e recriados pratos típicos regionais ligados a esta estação do ano, valorizando os produtos do outono, como a castanha, a abóbora, o mel, a noz, o milho, o marmelo, os cogumelos, o vinho novo e a jeropiga.
 
Esta iniciativa irá desafiar os restaurantes a aliar a tradição à inovação, criando ementas de excelência gastronómica. Das entradas às sobremesas poderá provar deliciosas iguarias.
 
Este é o motivo perfeito para a uma escapadela de fim-de-semana ao concelho do Fundão, juntando os sabores outonais, a oferta hoteleira e um conjunto de atividades turísticas pensadas para toda a família, tudo isto em segurança.
 
Outra das novidades da edição deste ano é a disponibilização das ementas digitais na plataforma www.saboresdeoutono.visitfundao.pt (brevemente disponível)

Imprimir

Workshops sobre literacia digital na Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade

O Projeto FormaRedes - Contrato Local de Desenvolvimento Social 4G do Fundão (CLDS 4G), sob coordenação da «Pinus Verde - Associação de Desenvolvimento Integrado da Floresta», em parceria com o Município do Fundão, irão promover cinco workshops, entre os dias 12 de outubro e 7 de dezembro, das 10h00 às 12h00, na Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade, no Fundão.

O objetivo dos workshops é combater a literacia digital, dirigindo-se à comunidade em geral, jovens, desempregados e pessoas com 65 anos ou mais, e terão lugar pela seguinte ordem:

Dia 12 de outubro: Noções básicas de pesquisa e segurança na internet;

Dia 26 de outubro: Correio eletrónico e redes sociais na internet;

Dia 9 de novembro: Elaborar o CV - Curriculum Vitae;

Dia 23 de novembro: Serviços públicos (ex.: Portal das Finanças, Segurança Social Direta, IEFP, entre outras);

Dia 7 de dezembro: Preparar viagens e desfrutar;

A participação nos workshops é gratuita. Mais informações através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do contacto telefónico 275 779 940.

Imprimir

Exposição “Amália e a Polifonia Beirã”

Irá realizar-se, no dia 19 de junho, sábado, às 17h00, n’ A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, no Fundão, a inauguração da exposição “Amália e a Polifonia Beirã”.

Com curadoria de Pedro Novo e projeto expositivo de Pedro Novo arquitectos, a exposição pretende “descobrir as origens sonoras beirãs que Amália nunca negou e valorizou, introduzindo-as no seu reportório. Através de um exercício de recuperação de Arquivos Sonoros Portugueses criados por Michel Giacometti e Fernando Lopes Graça em 1972 e 1973, pretende-se estabelecer um processo aparentemente dicotômico entre dois universos, por si só, complexos”.

A mostra “Amália e a Polifonia Beirã” ambiciona consciencializar “para o conhecimento e importância de um património imaterial vivo e muitas vezes esquecido. Esta mostra de cantigas e músicas associadas às tradições rurais da Beira Baixa, nomeadamente: Canções de Trabalho, Religiosas ou de Romaria”.

A exposição estará patente até dia 5 de setembro de 2021 e a entrada terá o custo de um euro. A exposição pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 14h00 às 17h00.

Esta iniciativa irá decorrer de acordo com todas as indicações da Direção-Geral de Saúde.

Imprimir

Contactos


Praça do Município
6230-338 Fundão
Portugal

T. (+351) 275 779 060
F. (+351) 275 779 079
E. geral@cm-fundao.pt

O Município nas redes sociais